Os espaços livres no habitar doméstico

o vazio urbano como mediador da saúde do habitat

  • Patrícia de Freitas Nerbas PROPAR. UFRGS
  • Márcia Azevedo de Lima PROPUR. UFRGS
Palabras clave: espaços livres;vazio urbano; habitação social;Qualidade de vida;saúde do habita
  • Ingresos a esta página - 0 veces.
  • Galeras de Resumen descargadas - 0 veces.
  • Galeras de Texto completo descargadas - 0 veces.

Resumen

No contexto brasileiro as áreas abertas ao longo dos quarteirões urbanos seguem sendo espaços residuais, com geometrias irregulares e pequenas, configurando fatias urbanas sem continuidade e conectividade. Este cenário pode ser percebido nas imagens dos grandes centros urbanos e se repete, de modo ainda mais permissivo e negativo, no habitar doméstico de populações de baixa renda. Diante deste contexto, o artigo procura despertar o diálogo sobre as estratégias formais para os espaços abertos no entorno de habitações de interesse social e as respectivas qualidades ambientais relacionadas à saúde humana. A intenção é debater sobre os espaços de intermediação entre os edifícios, os vazios urbanos como estratégias de continuidade e conectividade para a integração de redes de áreas verdes e seus benefícios. Assim, contribui para o debate sobre os padrões de ocupação do solo nas comunidades em situação de vulnerabilidade social e os benefícios dos espaços livres nas cidades, levantando questões sobre estratégias de projeto para as áreas verdes nas comunidades em situação de vulnerabilidade social. Portanto, desenvolver o projeto do edifício de modo sincrônico aos espaços abertos, considerando seus possíveis benefícios, parece ser oportuno à qualidade de vida dos moradores, além de contribuir para a produção de cidades mais sustentáveis e saudáveis.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Patrícia de Freitas Nerbas, PROPAR. UFRGS

Arquiteta, Doutoranda em Teoria e História da Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura (PROPAR/UFRGS).Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Márcia Azevedo de Lima, PROPUR. UFRGS

Arquiteta, Pós doutoranda. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional (PROPUR/UFRGS). Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Publicado
2020-12-21
Cómo citar
de Freitas Nerbas, P., & Lima, M. (2020). Os espaços livres no habitar doméstico. ARQUISUR Revista, 10(18), 106-115. https://doi.org/10.14409/ar.v10i18.9611