Greve dos caminhoneiros e crise de abastecimento no Brasil: infraestrutura, neoliberalismo e o desmonte do Estado social

  • Letícia Regina Camargo Kreuz Universidade Federal do Paraná
  • Cynthia Gruendling Juruena Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Ingresos a esta página - 0 veces.
  • Galeras de PDF (Português (Brasil)) descargadas - 0 veces.

Resumen

O presente artigo analisou a atual infraestrutura de transporte de carga no Brasil, a partir do contexto da greve/lockout dos caminhoneiros que ocorreu em 2018 e a crise de abastecimento e de suprimentos que se instaurou. A população brasileira vivenciou uma situação de caos com as paralisações dos caminhoneiros, e o artigo buscou retratar os principais acontecimentos e os seus reflexos para os cidadãos durante e após as manifestações, bem como a resposta dada pelo governo Temer. Com o impeachment da presidenta Dilma, verifica-se um desmonte do projeto democrático e do Estado social, com o governo alinhado aos interesses do capital financeiro. O problema de pesquisa foi, nesse sentido, verificar se a infraestrutura de transporte é condizente com as dimensões territoriais e geográficas do Brasil. Igualmente, se buscou aferir as respostas dadas pela presidência à crise vivenciada no país, especialmente em relação aos cortes de investimentos em programas sociais. A metodologia de pesquisa adotada no trabalho foi o método hipotético-dedutivo, onde partiu-se da hipótese de que a infraestrutura de transporte não se demonstra suficiente e adequada. A técnica de pesquisa empregada foi a exploratória, realizada a partir de levantamentos bibliográficos e análise de dados e mapas.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Letícia Regina Camargo Kreuz, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda e Mestra em Direito do Estado pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil). Pesquisadora do Núcleo de Investigações Constitucionais. Vice-presidenta do Instituto Política por.de.para Mulheres. Professora do Curso de Direito do Centro Universitário Autônomo do Brasil (UNIBRASIL). E-mail: leticiakreuz@gmail.com.

Cynthia Gruendling Juruena, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutoranda em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Curitiba, Brasil), com bolsa Capes proex tipo I. Mestre em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), com bolsa Capes prosup tipo II. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas e Desenvolvimento Humano (NUPED/PUCPR). Diretora acadêmica do Instituto Política por.de.para mulheres. Secretária-executiva da Revista Direito Econômico e Socioambiental – PUCPR. E-mail: cjuruena@gmail.com.

Citas

ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson de. Presidencialismo de Coalizão: o dilema institucional brasileiro. Revista de Ciências Sociais. Rio de Janeiro, vol. 31, n. 1, 1988, pp. 5-34.

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? e outros ensaios. Tradução de Vinicius Nicastro Honesko. Santa Catarina: Argos, 2009.

AGÊNCIA BRASIL. Governo cede e aguarda fim da paralisação dos caminhoneiros. EBC. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2018-05/pronunciamento-sobre-negociacao-com-caminhoneiros. Acesso em 30 mai 2018.

ALVARENGA, Darlan. Pacote de privatizações do governo Temer prevê 75 projetos para 2018. Governo espera arrecadar mais de R$ 28 bilhões com a privatização da Eletrobras, Casa da Moeda e Lotex, além de leilões de aeroportos, ferrovias e rodovias e portos. Globo, G1. Publicado em 30 jan. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/pacote-de-privatizacoes-do-governo-temer-preve-75-projetos-para-2018.ghtml. Acesso em 30 mai 2018.

ANISTIA. Convocação e autorização nacional para uso das Forças Armadas nos protestos é inadmissível. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

ANTT. Ferroviário. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2018.

BBC. Greve dos caminhoneiros: a cronologia dos 10 dias que pararam o Brasil. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2018.

BENITES, Afonso. Entenda a nova proposta de reforma da Previdência de Temer. Governo estipula tempo de contribuição mínima de 15 anos e idade para aposentar aos 65 para homens e 62 para mulheres. El País. Publicado em 28 nov. 2017. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/11/23/politica/1511462959_394417.html. Acesso em 30 mai 2018.

BITTENCOURT, Renato Nunes. Corrupção, fisiologismo, clientelismo e reacionarismo na morta-viva gestão presidencial temerária: anatomia de um escândalo antirrepublicano. Revista Espaço Acadêmico, n. 195, ago. 2017, ano XVII, p. 104-115. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/38442/20483. Acesso em 30 mai 2018.

BRASIL. Constituição Federal (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei Complementar nº 97, de 9 de junho de 1999. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2018.

BRASIL. Lei nº 7.783, de 28 de junho de 1989. Dispõe sobre o exercício de greve. Disponível em: . Acesso em: 29 maio 2018.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Medida Cautelar na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 519 – Distrito Federal. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2018.

CARTA CAPITAL. Temer reduz programas sociais para compensar queda do diesel. https://www.cartacapital.com.br/politica/governo-temer-corta-programas-sociais-para-reduzir-diesel. Acesso em 30 mai 2018.

CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. 29. ed. São Paulo: Saraiva, 2018.

CERNICCHIARO, Luiz Vicente. Direito Penal na Constituição. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1995.

CLÈVE, Clèmerson Merlin. Presidencialismo de coalizão e Administração Pública. A&C: Revista de Direito Administrativo & Constitucional, ano 3, n. 11, jan./mar. 2003, p. 35-39.

CODATO, Adriano; COSTA, Luiz Domingos. O que é o presidencialismo de coalizão?. Publicado em 17 dez 2006. Disponível em: http://adrianocodato.blogspot.com/2006/12/o-que-o-presidencialismo-de-coalizo.html. Acesso em 30 mai 2018.

CONJUR. Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2018.

CONJUR. Medida Cautelar na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 519 – Distrito Federal. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2018.

EM. Greve dos caminhoneiros traz prejuízo de R$1,1 bi por dia em Minas. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

ESTADÃO. Com greve, hospitais registram falta de remédios e alertam para riscos a pacientes. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

FERRAJOLI, Luigi. A democracia através dos direitos: o constitucionalismo garantista como modelo teórico e como projeto político. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015.

FOLHA DE SÃO PAULO. Paralisação já afeta hospitais, ambulâncias e clínicas de hemodiálise. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

FOUCALT, Michel. Microfísica do poder. 25. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2008.

GIELOW, Igor. Governo autoriza Exército para liberar estradas se caminhoneiros não cederem. Folha de S. Paulo. Publicado em 25 mai. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/se-paralisacao-nao-refluir-governo-pode-usar-exercito-para-liberar-estradas.shtml. Acesso em 30 mai 2018.

GLOBO. 70 milhões de aves já morreram por falta de ração, estima associação. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

GLOBO. MPF recorre à Justiça contra empresas suspeitas de impedirem transporte de combustíveis no RS. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2018.

GLOBO. Para baixar diesel, governo corta verba de programas de transplantes e de combate ao trabalho escravo. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2018.

GLOBO. Polícia Federal faz nova operação contra prática de locaute no Rio Grande do Sul. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2018.

GZH. Quatro investigações apuram irregularidades durante greve dos caminhoneiros no RS. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2018.

IBGE. IBGE mapeia a infraestrutura dos transportes no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2018.

IBGE. Logística dos transportes 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 jun. 2018.

KREUZ, Letícia Regina Camargo; COUTINHO, Maria Francisca de Miranda; COSTA; Rennan Gustavo Ziemer da. Observatório da Intervenção – Ministério Extraordinário da Segurança Pública: um retrocesso inconstitucional. Justificando (Carta Capital). Publicado em 7 mar 2018. Disponível em: http://justificando.cartacapital.com.br/2018/03/07/ministerio-extraordinario-da-seguranca-publica-retrocesso-inconstitucional/. Acesso em 30 mai 2018.

LEAL, Rogério Gesta. Verdade, memória e justiça no Brasil: responsabilidades compartidas. Morte, tortura, sequestro e desaparecimento de pessoas no Regime Militar Brasileiro. De quem é a responsabilidade? Porto Alegre: Livraria dos Advogados, 2012.

MARIANO, Cynara Monteiro. Emenda constitucional 95/2016 e o teto dos gastos públicos: Brasil de volta ao estado de exceção econômico e ao capitalismo do desastre. Revista de Investigações Constitucionais, Curitiba, vol. 4, n. 1, p. 259-281, jan./abr. 2017.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro I. São Paulo: Boitempo, 2013.

MOREIRA, Beth. Com aumento de 8,9%, gás de cozinha acumula alta de 68% desde junho. O Estado de São Paulo. Disponível em: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,petrobras-eleva-preco-do-gas-de-cozinha-para-distribuidoras-em-8-9,70002107635. Acesso em 30 mai 2018.

OLIVEIRA, Fabiana de; PENNAFORTE, Charles; MARTINS, Marcos Antônio Fávaro. Da crise de governabilidade à crise de legitimidade: os impactos da crise política sobre a política externa brasileira. Revista De Estudios Brasileños, Primer Semestre, 2018, vol. 5, n. 9.

REDAÇÃO (CARTA CAPITAL). Chacinas no Rio de Janeiro dobraram desde o início da intervenção federal. Carta Capital. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/Chacinas-no-Rio-de-Janeiro-dobraram-desde-o-inicio-intervencao-federal. Acesso em 30 mai 2018. CONGRESSO EM FOCO (UOL). Criminalidade aumenta no Rio de Janeiro mesmo com intervenção federal. Uol. Disponível em: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/indices-de-criminalidade-aumentam-mesmo-com-intervencao-no-rio/. Acesso em 30 mai 2018.

ROZNAI, Yaniv; KREUZ, Letícia Regina Camargo. Conventionality Control and Amendment 95/2016 - A Brazilian case of unconstitutional constitutional amendment. Revista de Investigações Constitucionais, v. 5, n. 2, mai./ago. 2018.

SARAIVA, Alessandra. Petrobras aumenta os preços da gasolina e do diesel. Valor econômico. Disponível em: http://www.valor.com.br/empresas/5499249/petrobras-aumenta-os-precos-da-gasolina-e-do-diesel ou as ferramentas oferecidas na página. Acesso em 30 mai 2018.

SCHMITT, Carl. Political theology: four chapters on the concept of sovereignty. Chicago: University of Chicago Press, 2005.

SIMÃO, Edna; PUPO, Fábio. Programas sociais têm corte de até 96% em quatro anos. Valor Econômico. Disponível em: http://www.valor.com.br/brasil/5149370/programas-sociais-tem-corte-de-ate-96-em-quatro-anos. Acesso em 30 mai 2018.

SOUZA, Jessé. Ralé brasileira: quem é e como vive. Belo Horizonte: UFMG, 2009.

TAKAR, Téo. Veja os sete erros do governo na negociação com os caminhoneiros. UOL. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/29/governo-comete-erros-greve-caminhoneiros.htm?cmpid=copiaecola. Acesso em 30 mai 2018.

TOCQUEVILLE, Alexis de. A democracia na América: leis e costumes de certas leis e certos costumes políticos que foram naturalmente sugeridos aos americanos por seu estado social democrático [1835]. Tradução de Eduardo Brandão. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

UOL. Gasolina em São Paulo sobe até 26% após greve de caminhoneiros. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/06/06/fim-greve-caminhoneiros-gasolina-preco.htm. Acesso em 30 mai 2018.

URIBE, Gustavo. Todo o poder de polícia será usado para garantir desconto no diesel, diz ministro. Folha de S. Paulo. Publicado em 4 jun. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/06/todo-poder-de-policia-sera-usado-para-garantir-desconto-no-diesel-diz-ministro.shtml. Acesso em 30 mai 2018.

URIBE, Gustavo; ALEGRETTI, Laís; WIZIACK, Julio; RAGAZZI, Ana Paula; OLIVEIRA, Filipe. Acordo de Temer com caminhoneiros espalha conflitos. Folha de S. Paulo. Publicado em 7 jun. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/06/acordo-de-temer-com-caminhoneiros-espalha-conflitos.shtml. Acesso em 30 mai 2018.

VALIATI, Thiago Priess. Segurança jurídica e infraestrutura: a segurança como dever dos Poderes Públicos e como direito dos agentes econômicos. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2018.
VALIM, Rafael. Estado de exceção: o conteúdo jurídico do neoliberalismo. São Paulo: Contracorrente, 2017.

VILLAS BOAS, Bruno. Pobreza extrema aumenta 11% e atinge 14,8 milhões de pessoas. Valor. Publicado em 12 abr. 2018. Disponível em: http://www.valor.com.br/brasil/5446455/pobreza-extrema-aumenta-11-e-atinge-148-milhoes-de-pessoas. Acesso em 30 mai 2018.

VILLAS BOAS, Bruno. Proporção de brasileiros endividados volta a crescer em 2017, diz CNC. Valor. Publicado em 15 jan. 2018. Disponível em: http://www.valor.com.br/brasil/5258773/proporcao-de-brasileiros-endividados-volta-crescer-em-2017-diz-cnc. Acesso em 30 mai 2018.
Publicado
2018-06-25
Cómo citar
Camargo Kreuz, L., & Juruena, C. (2018). Greve dos caminhoneiros e crise de abastecimento no Brasil: infraestrutura, neoliberalismo e o desmonte do Estado social. Revista Eurolatinoamericana De Derecho Administrativo, 5(1), 85-104. https://doi.org/10.14409/redoeda.v5i1.9098
Sección
Artículos