IMPACTO DE MÉTODOS NATURAIS PARA CONSERVAÇÃO DE ÁGUA E SOLO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

  • A. MONTENEGRO Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos, CEP 52171-900, Recife- Pernambuco, Brasil.
  • I. LOPES Departamento de Engenharia Agronômica, Instituto Federal Baiano, Campus Bom Jesus da Lapa, BR-349, s/n, Zona Rural, CEP 47600-000, Bom Jesus da Lapa - Bahia, Brasil.
  • T. ALMEIDA Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos, CEP 52171-900, Recife- Pernambuco, Brasil.
  • J. LIMA DE Departamento de Engenharia Civil, Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, Rua Luís Reis Santos - Pólo II da Universidade de Coimbra, 3030- 788 Coimbra, Portugal.
  • H. MONTENEGRO Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos, CEP 52171-900, Recife- Pernambuco, Brasil.
  • B. ARAÚJO Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos, CEP 52171-900, Recife- Pernambuco, Brasil.
  • Ingresos a esta página - 0 veces.
  • Galeras de PDF descargadas - 0 veces.
  • Galeras de HTML descargadas - 0 veces.

Resumen

As técnicas conservacionistas são altamente relevantes para o uso sustentável do solo, especialmente em regiões do semiárido. O objetivo deste estudo foi investigar o impacto de técnicas conservacionistas na redução das perdas de sedimentos e no incremento da umidade do solo, utilizando parcelas sob chuva natural. O estudo foi realizado na Bacia do Rio Alto Ipanema, Brasil. O monitoramento experimental foi realizado em nove parcelas com diferentes condições de cobertura (solo descoberto; cobertura natural; cobertura morta; Palma Forrageira). A cobertura morta apresentou desempenho semelhante à cobertura vegetal arbórea natural, para controle de escoamento e perdas de sedimentos. A umidade do solo foi signifi cativamente maior nas parcelas com cobertura morta do que nas parcelas de solo descoberto. Adicionalmente, as linhas de Palma produziram resultados hidrológicos promissores. Experimentos complementares em laboratório, com chuvas simuladas, apresentaram resultados consistentes com as observações em campo, sob chuva natural. 

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2020-11-11
Cómo citar
MONTENEGROA., LOPESI., ALMEIDAT., LIMA DEJ., MONTENEGROH., & ARAÚJOB. (2020). IMPACTO DE MÉTODOS NATURAIS PARA CONSERVAÇÃO DE ÁGUA E SOLO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. FAVE Sección Ciencias Agrarias, 19(2), 45-59. https://doi.org/10.14409/fa.v19i2.9749